Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 7 de junho de 2010

No trânsito - A combinação estúpida - origem e desfecho

A gente ouve sempre e cada vez mais

" O cara é braço, veio a milhão da festa, tava bebaço! Afú!"
" Ele bebeu, mas tava legal pra dirigir! Dava!"

Não é a questão!
Ninguém é braço!

Não dá pra beber e dirigir! Muito mais quando se tem uma cabeça de piá; não se admite que um jovem empresário ou jovem pai de família, um jovem universitário ou seja lá quem em início ou fim de carreira, acabe com sua vida ou ponha em risco a vida de outros, por se dar ao direito de ser idiota e sair dirigindo achando que é o cara na direção.
Só porque passa mais os outros ou faz curvas a "milhão", passa os "babacas". Você só tem a sorte de não bater porque os "babacas" são os motoristas mais experientes e cuidadosos, que fazem manobras para evitar você, seu assassino ou suicida em potencial!
Não há outra classificação para o comportamento, um desvio de comportamento, um exibicionismo sem sentido! Quer aparecer mesmo, vá fazer um esporte de superação pessoal onde o arrojo dependa só da sua força e habilidade, não de uma máquina potencialmente e circunstancialmente incontrolável! Ai sim será o cara e admirado, muito mais se além dessas demonstrações de exibicionismo você demonstrar alguma utilidade social nas suas ações! Não tenho respeito nem lamento quem provoca intencionalmente, ou por comportamento de risco, sua própria morte ou mata no trânsito; só lamento, se ferrou e que aprenda com seu erro!
É duro mas é isso aí; quer virar um monte de carne, ossos, sangue e ferro retorcido espalhado no asfalto quente, desconstituído em sua integridade corporal?
Quer ver sua mãe, irmã, amigos chorando? Tenha um filho e sucesso pessoal, dê sentido a vida, serão lágrimas de alegria, não de lamento!

Um comentário:

  1. Sem dúvida falta sentido à vida. E como fazê-los entender? Excelente desabafo ... Abs, Rosalva

    ResponderExcluir