Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 2 de junho de 2010

"Jabulani" ( a nova bola da copa) X Instituto Butantan

Você, certamente, deve ter ouvido falar, visto na tv, ou talvez, até se interessado pela tal de "Jabulani". A maravilhosa nova bola da copa do mundo que está ocupando preciosos minutos de análises, imagens, debates e até documentários "científicos" nos horários nobres da tv paga e aberta, nos jornais, revistas e outras mídias nos últimos meses.
Mas você tem ouvido falar no Instituto Butantan, sabe o que aconteceu com ele e , mais relevante, sabe o que ele faz? Pois então. Milhões foram gastos; foram empregadas tecnologias espaciais, de materiais, horas de trabalho mental de renomados cientistas para desenvolver uma maldita e insignificante bola de futebol, para que menos de 0,00001% da espécie humana se beneficie do valor agregado em criação para tão simples objeto.
O populacho assiste e discute maravilhado este objeto tão deturpado e fútil, fruto da criatividade humana.
E do Instituto Butantan, você sabe algo? Para início de conversa, ele é um dos participantes do mutirão mundial que permite que, na eventualidade de uma epidemia de qualquer moléstia, tipo a Gripe H1N1, você possa ir, vacinado, assistir a um jogo de futebol num estádio lotado, sem o risco de se contaminar com a dita gripe.
Pois é. O Butantan, assim como o Adolfo Lutz e outros importantes institutos, passam a vida a pesquisar doenças que afetam o ser humano, os animais e plantas. Criam vacinas, desenvolvem soros para combater picadas e mordidas de animais peçonhentos. Replicam vacinas para campanhas de vacinação pública. Agora, então, sabendo da importância desse instituto, talvez você queira saber que ele pegou fogo a mais ou menos um mês, perdendo praticamente toda sua estrutura. Foram perdidas mais de 40mil espécimes de répteis, mais de 400mil insetos e outros materiais de demorada elaboração usados em suas pesquisas.

O governo se preocupou ou fez alguma campanha para reerguer o Butantan? Não! É mais fácil propor ao poder público e obter recursos para a construção de um estádio, pensando na copa de 2014, do que resgatar o legado do Instituo Butantan!

Assim é no nosso pais: nada como pão e circo como já faziam os Cézares!! No nosso caso até o pão falta, mas tem circo toda quarta e sábado, no mínimo. É o suficiente, parece....

Então, da próxima vez que for a um estádio, cuide para não ser picado por uma aranha ou cobra letal e também fique longe de pessoas espirrando, por via das dúvidas.

5 comentários:

  1. Ufa! Dá para pensar muito sobre tudo isto. Pra onde estamos sendo direcionados? Sim, assim é o nosso país: nada como pão e circo.
    Valeu, precisamos nos manifestar de alguma forma. Abs, Rosalva

    ResponderExcluir
  2. Oi JOão, adorei o blog e o texto acima. Vou divulgar no face. Sucesso! Abraço, Grace!

    ResponderExcluir
  3. Bem isso... por essa e outras é que não curto futebol. Futebol e carro = paixão nacional (foi o que inventaram e fizeram todo mundo acreditar).
    Quanto ao Butantan, lamentável o descaso!

    Beijos! Beta K

    ResponderExcluir
  4. Esse é o nosso país, mente popular e restrita!

    ResponderExcluir
  5. Viva as cobras! Morte às bolas!

    ResponderExcluir